"Considero feliz aquele que quando se fala de êxito busca a resposta em seu trabalho." (Ralph Waldo Emerson)

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Toldos e coberturas conquistam o mercado da decoração



  Proteção e elegância. Os toldos e as coberturas, além de garantir charme e segurança para residências e estabelecimentos comerciais, tornam-se curinga para profissionais da construção civil. Com diversos tipos de materiais, tamanhos, formas e espessuras. A função principal das coberturas, que era apenas proteger janelas e esquadrias, vem mudando. Atualmente, elas também podem se integrar ao ambiente como componentes de decoração, além de ajudar a garantir o máximo do aproveitamento de iluminação natural no espaço. A arquiteta Karina Winter, explica que os tradicionais toldos em lona cumprem muito bem sua função. “Por serem flexíveis, eles permitem controle sobre a iluminação do ambiente. Podemos regular a entrada de luz controlando a abertura da lona ou então usando a opção de visor, aquele retângulo transparente que é colocado no meio da lona, como se fosse uma janela”, explica Karina.

Outra vantagem dos toldos, destacada pela especialista, é a possibilidade de criar ambientes, utilizando até mesmo cores se for a intenção. “Mesmo se não há uma varanda em casa, ele acaba funcionando como esse ambiente, sem que seja necessário construir uma nova área e também podemos utilizar cores, lembrando sempre de usar o bom senso”, diz. A estudante Carol Castilho, confessa que antes da instalação do toldo, a varanda em sua casa estava esquecida. “Como a varanda e a cozinha no mesmo local, tínhamos dificuldade tanto para cozinhar, quanto para sentar e ler uma revista, quando não era o sol era o vento que atrapalhava. Agora depois da instalação do toldo o local virou o ponto de reuniões da família”, diz Carol. Outro material usado em coberturas é o policarbonato ideal para cobrir grandes ambientes que precisem de muita iluminação. Trata-se de uma resina termoplástica, um material que se destaca pela leveza e a alta resistência.

A arquiteta ressalta que o ambiente que irá receber esse material deve ser suficientemente arejado, já que o policarbonato não proporciona boa ventilação. “Ele funciona bem no caso de uma montagem de torre de iluminação em uma escada, em coberturas para carros e também em fachadas de estabelecimentos comerciais, por exemplo”, explica. Por ser material flexível, o policarbonato também é ideal para coberturas em arco e curvadas. A praticidade é uma vantagem do material. “Fazer uma limpeza adequada a cada 15 dias, com água e sabão muito bem dissolvido, garante a durabilidade. É preciso evitar somente o uso de produtos abrasivos”, recomenda Karina. Outra dica da especialista é não montar estruturas de policarbonato embaixo de árvores, a não ser que a manutenção da limpeza seja constante. “Ao se desintegrarem, as folhas podem liberar substâncias que mancham o policarbonato”, explica a arquiteta.http://www.diarioweb.com.br/sua_casa/corpo_noticia.asp?idCategoria=102&idNoticia=87156

Nenhum comentário:

Postar um comentário